terça-feira, 16 de novembro de 2010

Aventura, Ecologia e Sexo com meu Irmão ( recomendado )





Olá meu nome é Letícia e tenho 21 anos, sou aquariana, meu porra louca, e sinto tesão 24 horas por dia. Meu namoradinho não está dando conta do recado, mas ele é um cara muito legal e eu muitas vezes, me resolva com masturbação.

Tenho um irmão, seu nome é Leonardo, 25 anos, um verdadeiro gato, esportista, forte, saradasso, adora esportes de aventura e é um cara muito cobiçado, não só pelos seus atrativos físicos, mas porque é super-inteligente, dedicado, gentil e amável com as pessoas.

Sempre senti muito carinho pelo meu irmão, mas nada além disso, pelo menos eu achava que não. Tudo começou há 02 meses, terminei meu namoro e fiquei meio desolada, meu irmão tentando levantar meu moral, convidou-me a praticar esportes de aventura com ele. Num primeiro momento, não curti muito essa idéia, até o dia em que fui fazer caminhada na serra do mar, nossa que show, fui muito legal, pessoal extremamente divertido, foi muito bom e companhia do meu irmão – fantástica-.

Comecei a interessar-me pelos esportes, lia revistas especializadas, comprei equipamentos, roupas, afins... e passei a pedir para o Leo levar-me com ele em suas aventuras. Nos finais de semana acordávamos cedo e fazíamos alongamento, alguns exercícios e corríamos juntos no Ibirapuera, depois voltávamos, tomávamos banho e íamos praticar escalada indoor, pois esta era a minha preparação, para as escaladas e rappel na natureza. O Leo ajudava-me em tudo, muito atencioso, comemorava cada conquista minha, me apoiava em tudo e eu não conseguia mais ficar longe dele, era um verdadeiro martírio a semana, pois dificilmente encontrava o Leo, devido ao seu trabalho, cursos e aulas que ele lecionava.

Certo dia estava em casa sozinha, toca o telefone, era a Marisa uma amiguíssima minha, me cobrando presença :

-Oi Lelê o que aconteceu que você sumiu? Precisamos nos encontrar, falar sobre as novidades e os gatinhos né amiga?

-Você deve estar de namorado novo, acertei ?

Respondi : Errou feio, não estou namorando, somente aderi aos esportes radicais. Onde você está Marisa ?

- Estou no shopping, vem pra cá.

Tomei um banho rápido, me produzi e fui encontrar Marisa, no shopping fomos tomar sorvete comecei a contar sobre as minhas novas atividades e o quanto meu irmão estava ajudando-me. A Marisa ficou super empolgada, depois do sorvete, fomos passear e fazer compras.


A cada loja, masculina, que passávamos olhava alguma peça e falava, nossa vai ficar o máximo no Léo.

A Marisa não se conteve e perguntou : - Letícia, você está apaixonada pelo seu irmão.

Respondi : Você está louca Marisa, lógico que não, da onde você tirou isso.

-Bom você só fala no seu irmão, comprou um monte de presentes para ele e ainda, toda loja que você passa quer comprar alguma coisa para ele, para mim isso é amor.

Você pirou Marisa retruquei...Demos risadas, paqueramos um pouco os gatinhos, e por fim conhecemos dois caras, super legais, mas eu só falava sobre meu irmão, conclusão, acabei espantando os dois e levando uma dura da Marisa. Fomos embora e em casa sozinha, para pensar no que estava acontecendo comigo, pois realmente, minha vida estava resumida a pensar e a falar sobre meu irmão.

Mal consegui dormi com a revelação da Marisa, que eu estaria apaixonada pelo meu irmão...acabei sonhando com ele e foi um sonho erótico, acordei toda molhada na xaninha e em todo o meu corpo, minha respiração ofegante, não agüentei e comecei a me masturbar alucinadamente, pensando no Léo, imaginado o seu pau me invadindo...gozei deliciosamente e depois não dormi mais.

Chegou o grande dia, feriado da semana santa, fomos para Minas Gerais, Ibitipoca, onde iríamos realizar caminhada, exploração de cavernas, canyoning, escaldas e acampar. Partimos na quarta-feira à tarde, após longas horas de estrada em péssimas condições e paradas em lugares inusitados e lindos o que aliviou a tensão, chegamos a cidade de Ibitipoca. Dormimos na cidade em um hotelzinho, estávamos exaustos. Na manhã seguinte fomos fazer exploração, começamos com uma caminhada de 03 horas e chegamos na região das cavernas onde visitamos : Gruta das Bromélias, Salão dos Anjos, o Claraboião , a Gruta dos Viajantes a Gruta dos Três Arcos, as Grutas dos Coelhos, a Gruta da Catedral e seguimos até o camping Monjolinho onde ficaríamos durante todos os demais dias. Deixamos nossos equipamentos, levamos somente o necessário para continuar nossa aventura, e fomos visitar as cachoeiras....o local visitado foi Cachoeirinha, que tem 40 metros de queda e é passagem obrigatória para chegar até a Janela pro Céu, foi o que meu lindo irmão me explicou.










Na cachoeira o Léo falou – Lelê é hora do seu batismo, vamos lá embaixo da queda d´água que eu vou te batizar. Estávamos a sós, e tudo o que já havíamos feito naquele dia, meu tesão estava a mil, mas meu irmão não esboçava nenhum interesse sexual por mim. Bem comecei a tirar a roupa e Léo também, ficou só de sunguinha e eu fiquei de biquíni – minúsculo -, o Léo me olhou de forma diferente, pude perceber, e enquanto eu caminhava para a água Léo não tirava os olhos do meu corpo, quando me virei vi grande volume em sua sunga, seu pau estava duro, o clima estava super propício para uma investida ele entrou na água rapidamente para que eu não percebesse sua excitação.

Entrei em baixo da queda e propositalmente soltei o lacinho da parte superior do biquíni, deixando meu seios a mostra para o meu irmãozinho, Léo lançou olhos gulosos sobre meus seios e me avisou que o biquíni havia desamarrado, pois eu fingi que não vi, e permite a ele a visão dos meus lindos seios durinhos...segurei as partes do biquíni e fui em sua direção pedindo que ela amarasse para mim, ele meu trêmulo segurou os laços e deu o primeiro nó, mas não tirava os olhos dos meus seios, dei nova investida e encostei minhas coxas na de Léo e olho direto nos meus olhos e me puxou contra seu corpo, encaixando seu pau na minha xaninha, me esfreguei nele, Leó soltou o laço e com um dos braços envolveu minha cinturinha e me beijou, com a outra mão acariciou meus seios, nos esfregávamos feito loucos, ela passou a chupar meus seios, e falou : - ai que tesão que é você Lelê, eu não agüentava mais de tesão, precisava te agarrar de qualquer jeito.

Eu então disse para ele : - Léo me come gostoso, quero ser sua meu tesão...come sua irmãzinha que te ama e morre de vontade de sentir você....O Léo foi descendo soltou o lacinho da parte debaixo do meu biquíni e viu minha xaninha, bem aparadinha e cuidada, ele enfiou a língua e eu amoleci toda, e pegou o cobertor da mochila, forrou o chão e iniciamos um 69 bem gostoso, que pica gostosa, nunca tinha visto e chupado uma tão deliciosa como a do meu irmão, em segundos eu gozei e pedi para o Léo me penetrar...pois queria sentir aquele pau dentro de mim. Léo, me come por favor, enfia esse pau delicioso dentro de mim. Ele virou de costas para o chão e propôs que eu cavalgasse nele, pois ele queria me ver, olhar meu corpo e ver a minha cara de tesão. Na hora obedeci e comecei a sentar naquele pau fabuloso, que me preencheu inteirinha, senti sua pica bater no meu útero e gozei novamente. Leo começou a fazer movimentos circulares e empurrava a pica pra dentro, chupava meus seios e suas mão percorria todo o meu corpo, não agüentei e gozei mais uma vez e pedi para que ele gozasse dentro de mim, voltei a cavalgar aquele corpo másculo e Léo anunciou que iria gozar, pedi para esperar pois queria gozar com ele, então, começou a me pegar pelos cabelos e falava : mexe gostosa... minha tesuda, que buceta mais gostosa que você tem, como mete gostoso, agora você é minha, só minha e vou te comer todo dia, me buceta maravilhosa, gozamos juntos e permanecemos nos movimentando o seu pau não amoleceu e Léo me virou, colocou de quatro e iniciou nova penetração, pegou meus cabelos e passou a dar tapinha na minha bundinha, que delícia, empinei bem minha bunda e pedi para ele enfiar tudo com força, Leó começou a brincar com meu cusinho ainda virgem e eu delirei com a experiência e comecei a mexer mais e a empurrar minha bunda compra seu corpo, ele percebeu minha excitação e enfiou o dedinho no meu cusinho, que gostoso, nunca havia sentido aquilo, gozei, e Léo passou a enfiar a língua no meu cu e dedilhar minha buceta, assim na dá, gozei de novo. Meu irmãozinho não satisfeito, pegou o protetor solar com hidratante e lubrificou meu anelzinho e lambuzou seu pau...e iniciou a penetração de um dedo, depois dois, começou a dar elasticidade no meu cusinho e então começou a forçar a entrada do seu pau...não deu certo, pedi para ele parar, e que numa outra oportunidade daria meu cusinho ara ele, Leo carinhosamente, me beijou e falou, vou comer seu cusinho hoje, fica tranqüila que serei bem carinhoso, voltou a brincar com meu cu e com meu grelo, gozei e senti a cabeça entrando, parou alisou meu corpo, tocou minha bucetinha, brincou bastante e começou a empurrar mais um pouco..foi devagar e eu já não sabia o que sentia, estava muito envolvida e com tesão de estar no meio do mata, diante de uma cachoeira, um lugar maravilhoso e dando meu cu para meu irmão era demais, me sentia em transe...senti entrar mais e mais, até que suas bolas e virilha bateram na minha bunda, eu estava totalmente preenchida com aquele pica enorme dentro do meu cusinho, meu irmão parou com seu pau enterrado na minha bunda e começou a brincar com meu grelinho, comecei a remexer, fazer movimento com a bunda e forcei a para trás, ele começou a tirar o pau bem devagar e voltou a enfiar, pedido que eu mexesse e me masturbasse, ele iniciou um vai vem frenético, falando que cusinho delicioso e apertado, não falei que iria comer seu cu hoje meu tesão...que mulher maravilhosa você é Letícia, quero você todos os dias, eu não vou viver mais sem foder com você, nesse momento, senti seu pau pulsar e seu gozo lavou meu rabinho, em seguida gozei também e após longas carícias e beijos tomamos um banho de cachoeira.

Durante todo o feriado saímos para praticar esportes e ecologia e lógica uma deliciosa trepada ecológica em meio à natureza. Meu irmão é um cara muito viril e me queria a toda hora, acho que esse tesão é de família, enfim encontrei um homem para apagar meu fogo e me satisfazer como mulher. Hoje segunda-feira, vou me encontrar com o Léo mais tarde para irmos a um motel, enquanto não chega o horário, me masturbo lembrando dos dias maravilhosos que passamos juntos.

Letícia Hernandez – alphaeve@ig.com.br

2 comentários:

  1. minha irmazinha esta chupando meu pau agora

    ResponderExcluir
  2. Gostoso incesto, irmã metendo com seu irmão é tudo de bom. Minha xoxota peludinha está quente e molhadinha. Um dia desses vou perder a virgindade
    para meu maninho gostoso. Assim espero, assim desejo muito, muito...

    Clarisse.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário ele é muito importante para melhorarmos cada vez mais o Blog.Se o comentario der como não enviado tente novamente é uma falha do blog, na segunda tentativa ele aceita.Obrigado!