sábado, 8 de janeiro de 2011

Aconteceu comigo (REAL)



Minha primeira vez por aqui. Tenho que relatar isso, pois não encontro coragem para falar sobre isso com ninguém. Combinei com uma das minhas irmãs, que tem 36 anos, é casada, mãe de 3 filhos, que fossémos a uma cidade para que ela pudesse conhecer o nosso pai (ela foi adotada pela minha tia). Moro em uma cidade (não vou citar nomes das cidades para não dar bandeira) e ela em outra. Ela veio pra minha casa, de onde sairíamos juntos para o nosso destino. Ficaríamos com o nosso pai por uma noite e um dia. Já na estrada fomos falando de vários assuntos, tendo em vista que a nossa viajem demoraria mais ou menos de seis a sete horas. Fiquei sabendo por relato dela, a vida que ela levava, entre marido e amantes. Fiquei sabendo também que um dos meus irmãos quis levá-la prá cama. Ela não concordou. O que eu também não concordo. Só que ao chegar na casa do pai, fiz as devidas apresentações, onde ela o conheceu, bem como também a madrasta e uma irmã de 17 anos. Conheceu também outros familiares, onde relatarei em outra oportunidade. Deixei que ela conversasse a sós com o pai, por um bom tempo. Na hora de irmos dormir, foi colocado a nossa disposição dois quartos, o que ela de pronto recusou. Fiquei meio assustado, pois ela disse que iria dormir na mesma cama que eu, pois tinha medo de dormir sozinha. Pensei logo comigo:"Isso não vai dar certo." Mesmo sabendo que nada havia sido programado. Fui logo no banheiro e bati uma bela punheta, na intenção de tirar qualquer possibilidade de acontecer algo entre a gente. Adoro ler os contos de incesto e zoofilia. Não acreditava que isso fosse verdade não, mas depois do que aconteceu entre eu e ela, agora tenho certeza de que isso pode realmente estar acontecendo entre os familiares de sangue. Quando ela foi deitar, eu fiquei assistindo televisão na esperança de que ela dormisse logo. Ledo engano. Quando dei boa noite e fui deitar, lá na cama a encontrei com os olhos arregalados. Deitei ao seu lado, onde ofereci a ela o meu braço e peitoral para que ela pudesse se apoiar. Nisso começamos a nos acariciar e quando senti que ela estava muito ofegante, tentei uma carícia mais íntima, onde imediatamente foi consentido por ela. Comecei a lhe apalpar aquela bundinha linda e os seus peitinhos que já se encontravam durinhos, até prevendo o que iria acontecer dali prá frente. Ela é magrinha, do jeito que eu gosto. Comecei a chupar-lhe os peitinhos e a deixei gemendo de prazer. Estava com vontade de fazer muita coisa com ela, tamanho era o meu tesão. Ela, por sua vez, começou a chupar os meus peitos, quando foi descendo, descendo, até parar no meu cacete, onde ela começou a mamar feito uma putinha sem pudor. Estava muito gostoso, mas não podíamos fazer muito barulho para não chamar atenção de ninguém. Quando resolvi enfiar o dedo na sua chaninha, para minha alegria ela já se encontrava encharcada, onde pude deliciar daquele néctar delicioso! Pedi a ela que para concretizar aquele nosso sonho, ela deveria cavalgar em cima de mim. Realizamos nossos desejos quando enfiei gostoso e com muito carinho o meu pau na sua bucetinha. Que maravilha! Fiz com ela gozasse primeiro, confesso a vocês que foi um gozo muito gostoso, pois ela quase se desfaleceu de tanto prazer. Quando percebi que ela iria gritar, tasquei-lhe um beijo tão ardente, que culminou com uma enchorrada de porra dentro da sua buceta, onde não deixei que pingasse nenhuma gotinha na cama. Depois de nos saciarmos com tanto prazer e tesão, ficamos olhando um pró outro, sem sentimento de culpa alguma, seja por semos irmãos do mesmo sangue, ou por traição, tendo em vista que também sou casado. Conversamos muito naquela noite. Sobre tudo e todos. Foi uma transa diferente, mas porém muito gostosa mesmo. No outro dia nos tratamos com o mesmo carinho de sempre, sem darmos bandeira do ocorrido na noite anterior. Saímos para fazer umas visitas aos outros familiares. Na volta prá casa aconteceu outra coisa meio da tarde...Mas isso eu vou contar em outra oportunidade. Abraços. morenogvs2009@bol.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário ele é muito importante para melhorarmos cada vez mais o Blog.Se o comentario der como não enviado tente novamente é uma falha do blog, na segunda tentativa ele aceita.Obrigado!