domingo, 2 de janeiro de 2011

A maior locura da minha vida. Eu e meu irmão o incesto maravilhoso



Sonhei sempre em me lançar como uma louca para os braços do meu irmão, mas naquele dia em particular não parava de pensar nele. Ele tinha começado a namorar sério e tinha ouvido, no dia anterior, ele e a namorada a fazerem sexo. Isso me deixou uma vadia desvairada.
Imaginava a relação mais tórrida e incestuosa que qualquer filme porno poderia criar. Me sentia culpada mas não conseguia parar de pensar em estarmos juntos e fazer sexo gostoso.

Neste dia estávamos nós dois sozinhos em casa. Esperei nua na banheira durante 20 minutos, com a porta aberta, esperando para ver se ele tinha coragem de entrar.

Naquela ducha me masturbei intensamente e tive um orgasmo maravilhoso. Queria meu irmão naquela hora dentro de mim.

Acalmei... Jantamos juntos mas não conseguia para de pensar em fazer sexo com ele. No jantar perguntei muito sobre o relacionamento dele com a namorada e fiz até algumas perguntas mais picantes de como ela era na cama mas ele sempre se esquivou das respostas. Meu irmão foi sempre muito tímido.

Fui para o quarto e novamente comecei a imaginar como seria ser comida, por inteiro, pelo meu irmão. Tenho 19 anos ele está com 22 só tive duas relações sexuais até lá. Imaginei ele me comendo de 4 e comecei a passar creme no meu corpo. O meu dedo percorria todo o meu corpo e comecei a pressionar com força na minha buceta. Senti vontade de ser a puta dele. Queria que naquele momento ele tivesse penetrando meu cu. Nunca tinha feito isso, só deixei meu último namorado penetrar com os seus dedos o meu rabo, mas queria uma vez experimentar. Passei creme e penetrei com força o meu cu. Estava louca de tesão e gozei deliciosamente.

Passou o tempo e fui dormi. Enquanto estava na cama novamente me veio uma vontade louca de ser penetrada pelo meu irmão. Passei dos limites e perguntei se ele poderia vir dormir comigo que estava com muito medo, por causa do assalto que tinha sofrido a 3 semanas atrás. Ele sentou do meu lado e disse que já estava bem crescida para sentir medo e que já deveria ter superado aquilo.

Mesmo assim pedi que ficasse um pouco comigo. Ele deitou junto de mim e eu abracei seu corpo com muita força e disse que ele me dava muita segurança. Estava com um pijama quase transparente.

Ele sentiu esse abraço forte e quente e tentou disfarçar.

Comecei abraça-lo mais forte e tentei beija-lo. Ele disse

"Bem é melhor ir para o meu quarto para me acalmar." Disse que estava louca por ele e que não conseguia parar em ter uma relação sexual com ele. Apertei com força seu pau e disse que ninguém precisava saber o que iria acontecer. Ficaria só entre os dois e queria ser comida com força por ele.

Ele ainda relutou mas não aguentou, foi maravilhoso, depois de algumas preliminares, não conseguia sentir carinho por ele, queria apenas que ele me comesse como um animal. Pedi para que ele me colocasse de 4.

Ele começou a enfiar forte o seu caralho na minha buceta enquanto me batia com força deixando minha bunda toda vermelha. Enfiou o seu dedo no meu cu. Pedia desesperadamente para ele enfiar com mais força.

Puxou meu cabelo e pedi para que me chamasse de puta, vadia e o que ele quisesse. Ele atendeu meu pedido e me chamou de vagabunda. Foi tão bom.

Ele encheu minha buceta de porra e me senti uma vadia por completa. Não consigo descrever como gozei gostoso. Em comparação com os outros dois, por incrível que pareça, foi muito melhor. Senti me nas nuvens. Ele pediu para sair do meu quarto pois estava muito confuso e queria pensar. Eu por momentos também tive um sentimento de culpa mas depois passou foi sexo por sexo e meu irmão foi maravilhoso.

Tive mais duas relações com ele antes de me mudar para o Rio de Janeiro. Uma delas irei contar num outro conto pois foi sensacional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário ele é muito importante para melhorarmos cada vez mais o Blog.Se o comentario der como não enviado tente novamente é uma falha do blog, na segunda tentativa ele aceita.Obrigado!